top of page
  • Foto do escritorPrefiro Consórcio

Por que a Parcela do Consórcio Aumenta de Valor?




A parcela do consórcio pode aumentar? Hoje vamos responder ela para você. Mas, antes de responder a esta dúvida, vou deixar uma pergunta para você responder e pensar: 

Uma casa que a 10 anos atrás custava R$ 200 mil, nos dias atuais, poderia ser adquirida pelo mesmo valor? Ou um determinado modelo de carro, poderia ser comprado pelo mesmo valor de 5 anos atrás? 

A lógica é exatamente esta. Continue a leitura que te explicamos melhor! 


Então, a parcela do consórcio pode aumentar? 





Sim, a parcela do consórcio pode aumentar, ou melhor, ser reajustada e vamos explicar o real motivo disso acontecer. Mas, primeiramente é preciso entender que esta situação é muito diferente do que acontece nas parcelas dos financiamentos, por exemplo, que sofrem constantes mudanças devido a oscilação da taxa Selic. 


As parcelas do financiamento aumentam, devido às mudanças das taxas utilizadas para o cálculo dos juros. Em outras palavras, ao longo do prazo de pagamento, os juros incidentes aumentam, consequentemente elevando o montante total pago. 


Desta forma, o cliente não é beneficiado, visto que passa a pagar mais e mais juros, sem retorno algum. 


Já o reajuste do valor das parcelas do consórcio, não tem relação alguma com juros, até porque no consórcio não há cobrança de juros, apenas a taxa de administração. O reajuste do consórcio é necessário para garantir o mesmo poder aquisitivo a todos os participantes do consórcio, seja ele contemplado no início do consórcio ou ao final, através de sorteios ou lances. 


E é aqui que entra a lógica da pergunta que deixamos no início do conteúdo. Você não poderia comprar o mesmo imóvel, pelo mesmo valor de 10 anos atrás! Até porque nada apresenta o mesmo valor ao longo dos anos. Por exemplo: 

  • O custos da mão de obra aumentou; 

  • Preço dos materiais de construção já não são mais os mesmos; 

  • Os terrenos já apresentam preços bem diferentes; 

  • As regras e taxas sobre os imóveis já alteraram. 

Assim, os preços de um bem ou serviço, tendem a aumentar, e para garantir que tanto o primeiro consorciado, quanto o último consorciado tenha o mesmo poder de compra, o valor da carta de crédito precisa ser reajustado, o consequente gera o aumento do valor das parcelas. 


O valor da parcela pode aumentar quantas vezes? 


Comumente o valor da parcela do consórcio aumenta quando a cota completa 1 ano. Sendo a mesma computada a partir da data da primeira assembleia do grupo de consórcio, a chamada assembleia geral ordinária. 

Assim, o valor da parcela do consórcio pode aumentar anualmente, de acordo com o reajuste do valor do bem ou serviço, garantindo a cada um dos consorciados o mesmo poder de compra, independente de quando tenham sido contemplados. 

 

Como sei quanto pode aumentar? 


O reajuste sobre o consórcio deve ser estabelecido em contrato. Dessa forma, a administradora do consórcio deve detalhar no contrato, os reajustes que serão efetivados  ao longo do tempo, bem como o índice que utiliza como parâmetro, como por exemplo, o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) e o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). 

No consórcio de veículos, pode ser utilizado como índice os valores sugeridos pelo próprio fabricante, assim garantindo que o valor de reajuste seja compatível com valor necessário para a aquisição do bem, até o encerramento do grupo. 

 

211 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page